Manutenção de elevadores em condomínios: mitos e verdades

Quem trabalha com condomínios há já algum tempo, já deve ter ouvido falar que os elevadores são os principais responsáveis pela conta elevada de energia elétrica. Uma solução conhecida para esse problema é realizar a constante manutenção de elevadores. Mas será que isso realmente ajuda a economizar? E como funciona a modernização de elevadores?

Mito ou verdade?

Quando o assunto é elevadores em condomínios, existem algumas frases que são repetidas com frequência. Mas será que tudo o que é dito está correto? Descubra quais são os mitos e as verdades:

  1. Os Elevadores são os principais culpados pelo gasto de energia elétrica.                                                        R: Depende. Antigamente, os aparelhos gastavam uma grande quantia de energia. Logo, isso tornava-os responsáveis por contas de luz elevadas. Porém, hoje os elevadores são mais modernos e feitos com tecnologias que diminuem o custo mensal.

  2. Manutenção de elevadores faz o condomínio economizar nos gastos com energia elétrica.                                  R: Verdade. Com manutenção eficiente, alguns condomínios conseguem economizar entre 20% a 40% nas despesas com eletricidade.

  3. Desligar um dos elevadores à noite gera economia.       R: Mito. Se está apenas um elevador em funcionamento, ele faz o trabalho de dois equipamentos. Nesses casos, não há economia de elevadores em condomínios. A prática também pode resultar em sobrecarga, com isso diminuindo a vida útil do aparelho.

  4. Sensores de luz ajudam a economizar energia.   R: Verdade. Luzes com sensores de presença nos elevadores podem oferecer uma redução na conta de energia ao final do mês. Deste modo, a iluminação apenas funcionará quando alguém entrar no equipamento. A economia fica ainda maior se as lâmpadas utilizadas forem de LED. 

  5. Manutenção preventiva dos elevadores reduz gastos gerais.       R: Verdade. Um elevador com tudo em ordem gasta menos luz do que um equipamento que precisa trabalhar mais devido a problemas. Aposte na manutenção e reforma de elevadores no condomínio.

  6. A manutenção deve ser feita pela mesma empresa que vendeu os elevadores ao condomínio.                                                    R: Mito. O condomínio tem liberdade para contratar o serviço de manutenção que quiser. Às vezes, trocar de fornecedor gera economia. Há casos em que o condomínio consegue reduzir substancialmente os custos.

  7. O contrato de manutenção de elevadores precisa incluir os valores das peças de reposição.                                        R: Mito. É possível fazer um contrato de manutenção simples. Nesses casos, não é cobrado o valor das peças, apenas da mão-de-obra. Desta forma, quando for necessário fazer alguma alteração, o condomínio fica responsável por pagar o custo extra. É uma boa decisão para condomínios com elevadores mais novos, onde as avarias são menores.

  8. Qualquer empresa está apta para fazer a manutenção de elevadores em condomínios.                                                        R: Mito. As empresas prestadoras de serviço têm de estar certificadas pela Direção Geral de Energia e Geologia. 

Quanto custa fazer manutenção de elevadores em condomínios?

A manutenção de elevadores no condomínio tem o preço médio mensal que varia entre 50 a 100 euros mensais, por equipamento. Todavia, esse valor não inclui os valores das peças de reposição. Ao adicionar o preço das peças de substituição, é comum cobrar entre 1.000 e 1.500 euros, ano, por elevador. Os valores podem variar de acordo com a dimensão do condomínio e a idade dos equipamentos.

 

Custos de modernizar os elevadores do condomínio

Muitos condomínios perguntam quanto custa modernizar um elevador. Pode-se dizer que o preço da modernização de elevadores varia bastante. Em média, o valor fica entre 15.000 e 30.000 euros por elevador. 

Apesar dos altos valores, o condomínio beneficia em segurança e redução do custo mensal com energia elétrica. Além disso, o condomínio economiza com gastos de reparação.

É importante destacar que a modernização de elevadores é diferente de "embelezamento" de elevadores. Modernizar significa trocar peças para melhorar o funcionamento do elevador. "Embelezar" é alterar esteticamente o elevador, fazer uma modernização estética, e pode consistir em  modificar portas, revestimento da cabine, espelho, botões, iluminação.

 

Quando deve fazer a modernização de elevadores

É recomendável investir na modernização de elevadores do condomínio quando:

  • Os elevadores começam a dar problemas com frequência;

  • As trocas de peças são constantes e cada vez mais caras;

  • Há dificuldade em encontrar peças de reposição no mercado;

  • O equipamento produz um grande consumo de energia;

  • Os componentes do elevador não contam com proteção contra variações na rede elétrica;

  • Há desnível constante entre os andares e a cabine;

  • Os barulhos são mais altos do que o normal;

  • O elevador não está equipado com sistemas de segurança atualizados;

  • O condomínio precisa realizar adaptações de acessibilidade;

 

Os especialistas recomendam que o condomínio aposte na modernização caso ocorram mais de seis casos de interrupções no serviço dos elevadores no período de um ano.

 

Vantagens de modernizar os elevadores

A modernização de elevadores é algo dispendioso para o condomínio. Consequentemente, é importante que o condomínios tenha claro quais são as vantagens desse procedimento.

- Vantagens de modernizar os elevadores:

Redução de despesas: elevadores modernos gastam menos do que aparelhos antigos. Assim, a conta de energia elétrica fica mais barata e os gastos com substituição de peças são reduzidos.

- Mais segurança para todos: prezar pela segurança deve estar acima da vontade de economizar. Modernizar os elevadores reduz os riscos de falhas, interrupções e acidentes.

- Viagens de elevador mais agradáveis: sem desníveis entre o elevador e o andar, sem "saltos" e ruídos desagradáveis.

- Valorização do património: investir em equipamentos novos acaba por valorizar o imóvel.

- Melhorar a acessibilidade do condomínio: elevadores com problemas prejudicam a rotina dos idosos e de pessoas com mobilidade reduzida.

- Contribuir para o meio ambiente: sustentabilidade é uma das palavras-chave do momento. Novos elevadores ajudam a diminuir o consumo elétrico, reduzindo a emissão de dióxido de carbono (CO2).